quinta-feira, 19 de agosto de 2010

19/08

Meu semblante está péssimo, meu corpo não vai bem com nada, o frio está de cortar o coração, e eu já nem sei se o que sou é verdadeiro. É, parece que tá tudo cinza... Pra começar, vocês pessoas que acordaram super de bem com a vida e sempre se magoam com a infelicidade do próximo não leia isto! O que eu queria mesmo dizer não passa de uma simples bobagem, que é capaz de derrubar qualquer um; Vem uma tristeza rápida, naqueles dias nublados, vazios, sem cor e sem vida. Passo na rua e ouço um ruído, ah deixa pra lá, é apenas um largarto correndo pro ninho. Continuo a caminhar avisto uma senhora "bom dia dona!", "hum" ela me devolveu. Tá bom eu já sei, não vou mais falar, mas tem algo de errado e isso eu tenho como provar. São dez pras seis e o ônibus que não vem na hora certa pra me buscar. Desço no ponto e vem a chuva pra molhar. Chegando no escritório, olho num bolso, olho em outro e nada dela, é que na pressa de não deixar o café esfriar a chave deve ter ficado por lá. Respiro fundo, atraso de vinte minutos? Ele há de me perdoar. Toco o interfone o patrão vem atormentar, eu sabia, eu sabia, sair de casa em um dia cinza? Isso não ia prestar! "Desculpa senhor é que estava tudo tão cinza que eu até já sabia aonde iria parar".


- Ana M.

6 comentários:

Luciana disse...

Muitooooooo bom o texto.
Eh ficção ou vida real mesmo rs...dorei;)

Carol Barboza disse...

Nossa que texto! Menina AMEI *-* eh verdade? Nossa parabens, mesmo...
Beeijo bom restinho de semana

Groselha gelada disse...

nossa que texto mara Aninha,,, tem dias que ficamos assim mesmo

bjo *_*

Nina Oliver disse...

ai ai os dias cinzas... são aqueles dias que é melhor não sair de casa mesmo... beijoo

BlogdaPri disse...

Adorei seu texto, mas esses dias cinzentos precisam ser combatidos com um grande sorriso no rosto !!! Rir é muito bom !!! bjss PRI

Pisa no Chiclé disse...

Nossa!!!primeira vez que entro aqui e já dei decara com esse texto ótimo!!!
Adorei!!!
beijo beijo